Café

Saiu do trabalho exausta. Antes de ir para casa decidiu, como quase todos os dias, ir até a cafeteria de sempre para ler um livro e tomar um café. Lá não serviam o melhor café, mas o lugar era 24 horas e a maioria dos atendentes eram sempre muito simpáticos e atenciosos. 

Chegou ao lugar e esse estava quase vazio, apenas um casal e uma moça. Sentou-se na mesa de sempre, colocou sua bolsa, pegou o livro e seu journal. Começou a escrever…

5…10….15….20 min e ninguém  foi atendê-la, nem sinal do seu machiatto. A moça retirava o pedido de outras mesas, mas ignorava a mesa 05. Tentou chamar  alguém, teve o olhar desviado. Esperou. Esperou. Esperou. Nada. Prometeu mais 5 min, afinal, sempre traziam o seu café ao lhe verem chegar. Ninguém, nem café, nem nada que justificasse a situação.

Chegou mais um casal, chegou o pedido do casal, e ela lá, esperando.  Guardou tudo na bolsa, levantou-se e foi embora prometendo nunca mais voltar.  Ela sabe que a promessa é furada, afinal aquele é o único café 24 horas da cidade. Porém, é hora de repensar o lugar de escrita, estava chateada. 

Aconteceu e foi verídico.

Abraços, Sofia.

Anúncios

2 comentários em “Café

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s