Talvez você não saiba, mas sinto falta de falar contigo todos os dias. Saber como foi o teu dia e te contar bobagens. Tenho uma necessidade de falar que é desproporcional a minha aptidão em ouvir, mas coloco isso de lado para saber de  você.  Acreditei em nós, acreditei mais em mim que em você. A vida já fez o dever de me ensinar a não esperar muito dos outros, sabe? Então espero apenas de mim, pois aí eu tenho com quem brigar, pois, por mais que eu queira não me escutar, é impossível.  Quis ser alguém para você, quis fazer de ti tudo para mim, quis te ofertar o que havia de melhor em mim. E, hoje, todos os verbos são passados, tudo se perdeu, perdi você e a mim.

Abraços,

Sofia Aimée

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s