Confesso V

Se te falasse que a esqueci, mentiria.   Ainda lembro e é inevitável. Só que hoje meus olhos não molham mais minha face, meu coração não aperta e falo dela com uma tranqüilidade invejável aos corações recém quebrados. Talvez esse meu excesso de sinceridade tenha te deixado muito insegura, é verdade.  Não era a minha intenção, acredite. Mas, como deve imaginar, uma história assim não se esquece com tanta facilidade. Poderia ter guardado tudo para mim, evitado falar desse meu passado conturbado, não consegui. Era tanto amor aqui que precisei gritar, era tanta desilusão que precisei revelar, era tanta espera que supliquei atenção, perturbando teus ouvidos e confundindo teu coração.

Abraços,

Sofia Aimée

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s