Quando o amor lhes chamar,

sigam-no. Ainda que seus caminhos sejam rústicos e ingremes; E quando ele lhes envolver com suas asas, não resistais. Ainda que a espada oculta em sua plumagem possa lhe ferir; E quando ele, o amor lhes falar, dêem crédito a ele, Ainda que sua vóz possa despedaçar-lhes sonhos como o vento nordeste devasta os jardins.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s