Você seria mais feliz se não soubesse que:

Sou carente e sensível. Sofro demasiadamente. Nervosa e irritada, reclamo de tudo/todos.  Implicante eu sou e falo sem parar, esquecendo-me da importância em ouvir. Não sei esperar e estou quase sempre atrasada.  Assumo inúmeros compromissos que serão posteriormente cancelados ou esquecidos. O dia é formado por apenas 24 horas e dentro dessas não poderei cumprir tudo aquilo que imaginei, ainda que isso seja contrário ao desejo meu. É a minha dificuldade em dizer “não” e facilidade em ser tão permissiva. Desisto a cada anoitecer e recomeço a cada amanhecer, sem escolha e sem alegria. Ando fraca e desanimada, sem vontade para nada.  Fatigada de buscas infinitas, desta fome de amor  e de paz, exausta desta carência sem fim. Preferia dormir a ter que pelo mundo correr.  Ontem fui me deitar às 17h, acordando apenas agora. Falta de interesse você me diria. Só que não. Sofro ao andar pelas ruas, ver o que vejo e não fazer o que quero.  Sou apenas essa coisa amorfa e sem ação que você agora observa e julga. Apenas a mim cabe a triste consciência dessa coisa na qual me transformei e então me recrimino diariamente pelas escolhas que tomei  e recito o meu antigo mantra diário: “Não se arrependa, tinha que ser assim, de tudo se aprende!” Será mesmo?

Abraços,

Sofia Aimée

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s