Aprendi

a me arriscar, assim desejo e provoco o atrito do instante. Digo não às lembranças do passado, não para a ansiedade e espera do futuro.  Aprendi que devo viver apenas de presentes, sem garantias, sem correntes, sem medos, sem passados e sem futuros. Não importa se você estará ao meu lado quando eu acordar (eu adoraria). Pode ir, a porta está sempre aberta. Vivo o instante, não preciso de relacionamentos sérios e socialmente aceitos. Hoje é você, amanhã pode não ser e isso não me faz sofrer.

Abraços,

Sofia Aimée

Anúncios

2 comentários em “Aprendi

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s