Sei …

Sei de seu conhecimento sobre mim. Sei que dentre todos os lugares que poderia me procurar, vens aqui, pois é certo de que me encontrará e de que respostas terá. Sei que são as minhas palavras, e elas somente, a completarem todas as suas reticências.  Sei das marcas que causei, das que herdei e daquelas que apaguei. Sei que no silêncio e no escuro me lê. Sei que está ai, como eu aqui. Sei da minha tarefa diária de escrever e revelar, da sua de compreender e refletir. Sei que quando minhas palavras chegam a você, elas te abraçam. É como se meu coração encontrasse o teu. (Explico: o abraço é a maior declaração de amor que se pode oferecer. É mais que o beijo, que o sexo, que qualquer coisa. Permitimos a poucos esse contato. Podemos saudar alguém com um beijinho no rosto, mas abraço? Só para os selecionados.Não falo aquele abraço social, falo de abraço de saudade, de carinho, de cumplicidade, entende?) Sei que ao te abraçar meu coração fica frente a frente ao seu, batendo ritmado, apaixonado e amado. Sei que eu te amo e que isso será eterno.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s