Job

The idea that you might end up in a job that doesn’t allow you to be who you are, over the course of a lifetime, is still one of the most chilling nightmares to me. It’s a good metaphor for fears I have about losing my soul in some accidental, mundane way. So, to me, these jobs that my characters have are very loaded. They immediately suggest a complex character to me, a woman who is, say, a secretary, but also a vigilante on behalf of her own soul.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s