Últimas palavras

Marina,

Cansei-me de “oi, tudo bem?!” (As pessoas só estão preparadas para “sim e você!?” ) É apenas isso que você tem a me oferecer? Quer saber, pegue isso ‘que sobrou de nós’ e jogue fora. Esse ‘nós’ que não foi pretérito, nem presente. Um ‘nós’ que jamais será futuro (estava certo). Não quero mais essa agonia de não saber de você, se dormiu bem, se teve algum problema, essas coisas de cotidiano e da rotina de um relacionamento. Não quero mais esperar por um telefone que não toca, a mensagem que não vem e as palavras que não chegam. Volte para a sua segurança e se um dia isso foi um sonho junto, hoje o entrego a você. Mudei meus sonhos para estar ao seu lado, mas hoje vejo que estava errado. Nosso amor  foi fogo de palha, foi amor? Chega desse sentimento que tanto me atrapalha, não me deixando viver.

 Agora, você está aí, estática, apenas olhando essas palavras que muito tentam te dizer. Fica em silêncio, com a boca travada e milhares de palavras e ideias em movimento nos corredores da sua mente, enquanto a garganta trava, como se nela tivesse um nó, não um nó qualquer, mas um daqueles de marinheiro. 

Arrisquei. Não perdi muito, não tinha o que perder. Apenas tempo, pois esse estamos perdendo sempre.

 

obs.: Ah! Respondendo a sua pergunta a respeito do por que me calo ao te ver e escrevo tanto ao estar distante, eis aqui minha resposta: as palavras vocalizadas se esvaem pelo ar, enquanto que as escritas permanecem, sendo essas últimas carregadas de sentimentos, sendo mais reveladoras. Permitem serem lidas, deixadas de lado, relidas… jamais perdidas! Acho que é isso.

Finalmente essa porta foi fechada.

Com carinho,

Marcos.

—–

Essa foi a última carta de Marcos a Clarice. Ela não voltou, não o procurou, nada! Apenas comprovou aquilo que Marcos sempre esperou, mas que nutria com esperança de que um dia ele estivesse errado. Essência não muda!

—-

Abraços,

Sofia Aimée

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s