Questionamento

Então continuo a me questionar: como você pode continuar a viver sem mim? Como pode sorrir sem me ter ao seu lado, ir `aquele show sem a minha presença, passar os dias ruins sem um abraço meu para te acalmar, acordar sem meu café na cama,  passar o dia sem  receber um beijo meu, como pode?

Isso não é exatamente um questionamento ou uma pergunta, é apenas mais um dos meus devaneios, mais um em que você se faz presente. Continuo aceitando essas perguntas sem o anseio por suas respostas. Elas me trazem esperança em meio a um desalento íntimo e um momento de loucura.Essa sensação e essas frases continuarão a passear pelos corredores tumultuados de minha mente, fazendo-me companhia, assim como suas lembranças pela casa.

Não consigo jogar fora aquele pedaço de guardanapo, aquela carta rasurada, a miçanga daquela pulseira que um dia no pear arrebentou, aquele presente, aquela… Guardo tudo, como objetos preciosos, relíquias nossas. Não deixo-os em caixas ou baús, embora essa fosse uma excelente ideia. Deixo tudo espalhado pela casa, dentro de um livro, atrás de um porta-retrato ou no fundo de uma gaveta qualquer, como que por descuido, para que assim possa revitalizar cada lembrança,  aquecendo o coração a cada surpresa anunciada e estampando um sorriso tímido em minha face.

Abraços,

Sofia Aimée

Anúncios

4 comentários em “Questionamento

  1. Que lindo! Saudades de vc Me fazendo cia! A presença mais desejada, as conversa mais gostosas e as preocupações constantes!!!!!!! Lindaaaaaa: beijos em vc!!!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s