Aos hipócritas

Você foi sem se despedir. Talvez tenha se despedido, mas aquilo não era o que eu chamaria de despedida, afinal, sumir não é despedir-se, ok?

Questiono-me se você pensa nisso como eu penso, porém, lembro-me de que você foi, e ainda deve continuar a ser, um babaca. Apesar de tudo, deixo aqui registrada a consideração que tive por você (ou acha que perco tempo fazendo referência a sua pessoa apenas por caridade?). Não apenas consideração, mas admiração mesmo (calma! Você já colocou tudo a perder). Porém, o seu descaso fez com que tudo isso cedesse lugar ao desprezo e ao arrependimento. Procurei lhe agradar de todas as formas: com a minha companhia, com presentes, momentos e tudo que pudesse te fazer sorrir. Quis ser aquela com quem você pudesse sempre contar, aquela que te escutaria, que te daria conselhos, que estaria sempre ao seu lado, quis ser a sua paz. Desejei te dar tudo aquilo que tinha (não sou louca de querer te dar algo do qual não disponho) e esperei reciprocidade em tudo (todos, sempre esperamos algo, por mais que se negue, queremos sempre uma troca). Esperei a sua vinda, ainda que não tivesse o que me dizer, apenas a sua presença me bastaria (tentaria talvez decifrar o que seu seus olhos revelam acerca do seu coração – da última vez que nos vimos só observei desespero, será que continua assim?).

Você não voltou, mas sua lembrança em mim ficou. Com isso você se mostrou um completo egocêntrico, fez-se de idiota e sumiu após conseguir aquilo que queria (até hoje não descobri o que era, porém desconfio).

Uma palavra que te definiria, hoje (sempre?), seria hipocrisia (segundo o dicionário Aurélio: s.f. Vício que consiste em aparentar uma virtude, um sentimento que não se tem. / Fingimento, falsidade). Denominou-se como uma pessoa sensível mesmo sem nunca se preocupar com os sentimentos do outro, mostrou-se diferente de todos (melhor) e foi o mais desprezível. Querido, se você não percebeu, um relacionamento é feito de duas pessoas (no mínimo) e jamais se deve ignorar o outro. Ao menos, é o que se espera.

Olhando para tudo observo o quanto estava errada sobre você. Idiota! (não sei se esse seria o melhor adjetivo) Não percebi que você só necessitava provar mais uma vez que era capaz (sempre foi assim, não é mesmo? Passou sua infância provando aos seus pais que era o melhor filho, aos seus amigos que era o mais engraçado, aos professores que era o melhor aluno, ao chefe o funcionário ideal, etc. Enquanto na verdade você não passava de alguém querendo se dar bem, mesmo que tivesse que colocar em prática os conceitos do italiano Niccolò Machiavelli (acredito que se te conhecesse ele te daria os parabéns). E eu era apenas uma meta a ser alcançada, depois abandonada, certo?!

Pare de se fazer de bom moço, de intelectual e senhor de si. Busque ampliar seus horizontes, ganhar alguma cultura (de verdade) e quem sabe aprender um pouco sobre a vida (os romances ainda não te ensinaram nada?). Nesse momento o senhor, com toda a insegurança que o acompanha, deve estar com a sua auto-estima abalada (será que fui muito dura?).  Afinal, você é apenas um solitário, perdido em sonhos impossíveis e tentando provar a si mesmo (e aos outros) que é feliz.

Abraços,

Sofia Aimée

Anúncios

2 comentários em “Aos hipócritas

  1. desabafo padrao!
    Teria um dear perfeito! rs
    Pena que ela jamais irá ler isso….
    o ultimo paragrafo foi fatal!
    e eu estou com saudades como sempre….
    obs.: reduzindo as abreviacoes de tanto voce brigar comigo! ahueahuaeahue

    1. quem seria “dear”? rs
      muito bem, o português agradece!
      =D

      volta ou vai morrer ai? rs

      beijos em vc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s