Não deixe acumular.

Decidiu organizar as cartas que estavam sobre a mesa há meses. Propagandas, ofertas, contas atrasadas, postais… Em meio aquela miscelânea de temas e pessoas, uma chamou atenção. Estava sem envelope. Mas aquela assinatura era reveladora. Marina. Não havia data. Não tinha como saber se era deste mês ou do ano passado. Sorriu. Um filme em sua mente. Seria uma carta nova ou antiga?

(…)

Abandonou a tarefa, ficando apenas com a dúvida se aquilo era o presente ou o passado querendo apenas ser lembrado uma fez que já está terminado (e, é claro, o arrependimento de ter  deixado acumular todos aqueles papeis).

….

Abraços,

Sofia Aimée

Anúncios

2 comentários em “Não deixe acumular.

  1. Será que a cartinha não foi antiga?
    Será que não foi uma carta que foi escrita com muito carinho?
    Será que é uma carta que jamais poderá ser traduzida???

    Mil beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s