Local proibido.

“Seu guarda tenha dó
Não queira me multar
Eu não sabia que era proibido
Que culpa tenho se meu coração perdido
Foi logo estacionar aonde não devia
Meu Deus do céu que covardia
A dona da vaga é mais bela dessas redondezas
Pra minha desilusão angústia e tristeza
Um outro estaciona aqui a muito tempo”

 

(Jair Oliveira)

 

Abraços

Sofia Aimée


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s