– Deixa eu escolher?

– Claro: desilusão ou decepção?

– Desilusão!

– Por quê?

– Simples: dependeu apenas de mim… eu imaginei, eu ! Segundo Freud é a não realização do desejo. A desilusão é o fim da fantasia. Você está lá fora, brincando, de repente: ” Sofia.. entre já e vá tomar banho!” Fim! Toda a brincadeira de criança termina. 

A desilusão representa a consciência de que aquilo que se desejava não é possível ou   está em sentido contrário a realidade.

Decepção?! É real, não estava no plano da fantasia, do imaginário. Junto com ela vêm a desconfiança, a mentira revelada. Decepção é a destruição de algo criado e não imaginado. Enfim, prefiro a desilusão, na qual  há  o fim em si. Quando termina você iventa outra ilusão, e, espera que se transforme em desilusão. A decepção será sempre decepção, sempre lembrada e guardada!

– Nossa!  Posso não querer nem um nem outro?

– Você me mandou escolher …

(…)

Abraços,

 

Sofia Aimée

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s